Cúiabano, tenente-coronel comanda 62º Batalhão de Infantaria de Joinville-SC

Filho de Militar, Ricardo de Andrade Serrazes esteve no RJ, MS e foi instrutor da Academia Militar do Exército Brasileiro nos EUA 


Na primeira semana do ano, mais precisamente no dia 7 de janeiro,  o 62º Batalhão de Infantaria de Joinville-SC apresentou durante solenidade o tenente-coronel Ricardo de Andrade Serrazes como novo comandante. Ele passou a substituir o coronel Reinaldo Sótão Calderaro durante o biênio 2020-2021.

O novo comandante é natural de Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso, e está nas forças armadas desde 1993, tendo atuado em Santa Catarina em outras duas oportunidades. Em Joinville, durante os anos 2006 e 2007 como comandante da 2ª Companhia, e também entre os anos 2012 e 2013 como comandante da 3ª Companhia de Infantaria de Tubarão. 

Recentemente, o comandante retornou de uma missão dos Estados Unidos representando o exército brasileiro entre os anos 2018 e 2019. Lá ele atuou como instrutor da Academia Militar do Exército. Além disso, Ricardo marca passagens pelo Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul – em Corumbá, cidade que faz fronteira entre Brasil e Bolívia, e também por Cuiabá, sua terra natal.


Filho de renomado Militar

O Conhecido Líder Comunitário do Bairro Quilombo em Cuiabá, Henrique Andrade Silva, primo do tenete-coronel Ricardo de Andrade, lembra que no meado da década de 90, o Brasil participou das missões de forças de paz das Nações Unidas em Angola, sendo considerado por muitos países como uma maneira de treinar seus militares de um modo realista

Eram mais de 1.100 homens, entre pessoal das três Forças e policiais militares de vários Estados. A tropa incluia um batalhão de infantaria de 800 homens, dividido em seis companhias, comandado pelo então tenente-coronel Joaquim Carlos Baptista Serrazes, e disposto pela região central do país.

O tenente-coronel Joaquim Carlos Baptista Serrazes, é o pai do tenente-coronel Ricardo de Andrade Serrazes. Atualmente ele é observador da ONU.


Retorno a Cuiabá

Segundo Henrique, o Cuiabano  tenente-coronel Ricardo tem o sonho de retornar num futuro próximo à Cuiabá e comandar um Batalhão do Exército na sua cidade natal.




Nenhum comentário